Miomas Uterinos

Os miomas uterinos são o tipo mais comum de tumor benigno nas mulheres em idade reprodutiva, e constitui a principal causa de histerectomia. Os miomas apresentam uma prevalência clinicamente significativa de 20% a 40% em mulheres entre 35 e 55 anos e têm um impacto significativo na qualidade de vida destas doentes. Estima-se que em Portugal cerca de 2 Milhões de mulheres sofram com miomas uterinos.

A presença de miomas uterinos pode causar uma hemorragia menstrual anormal, caracterizada por hemorragias abundantes, ciclos mais frequentes, distorções anatómicas do útero que podem originar sintomas tais como dor pélvica e compressão dos órgãos adjacentes (bexiga, intestino). Por vezes os miomas podem tornar mais difícil a implantação do embrião no útero, dando lugar a infertilidade e, durante a gestação, a sua presença pode aumentar o risco de aborto espontâneo, nascimentos prematuros, assim como tornar mais difícil o parto.

A Gedeon Richter, num esforço contínuo para proteger a saúde das mulheres e manter a sua qualidade de vida a longo prazo, desenvolveu um tratamento inovador para a terapia oral pré-operatória dos sintomas moderados a graves, relacionados com miomas uterinos em mulheres adultas em idade reprodutiva, que foi aprovado pela Agência Europeia do Medicamento (EMA) a 23 de fevereiro de 2012, e que se encontra disponível em Portugal.

LINK:
Informação Miomas Uterinos
Calendário Hemorragia Menstrual
Consenso Miomas Uterinos
Contraceção de emergência

CONTRACEÇÃO DE EMERGÊNCIA

Contraceção

CONTRACEÇÃO

Miomas uterinos

MIOMAS UTERINOS

Menopausa

MENOPAUSA